Artigos

O Terapeuta Divino

Ômar Souki

Sopre o ar pela boca e inspire pelo nariz. Aquiete o seu coração. Deixe os pensamentos passarem. Não se apegue a nenhum deles. Deixe que simplesmente passem, como passam as nuvens num céu azul de verão. Esvazie-se de você mesmo. Separe dois períodos diários de 20 minutos: pela manhã e no final do dia. Persista nessa disciplina e convide o Terapeuta Divino para ajudá-lo a fazer as pazes com o seu passado e eliminar os medos com relação ao futuro. Estamos constantemente à procura da felicidade nas coisas do mundo, o que nos rouba a paz e nos sobrecarrega de estresse. Fazemos isso para compensar carências relativas ao afeto e às necessidades de proteção e de poder.

O estresse tem causado problemas na saúde tanto física, quanto mental: insônia, transtornos alimentares, depressão, problemas cardiovasculares e prisão de ventre (www.tuasaude.com). As pressões do dia a dia provocam sentimentos de inadequação e o surgimento da angústia, da ansiedade, do medo e da raiva. Nosso organismo aumenta a produção de cortisol e diminui a entrega de serotonina e dopamina, diminuindo a nossa satisfação com a vida. Mas ao tirarmos férias de nós mesmos durante esses dois períodos diários, podemos começar a nos libertar da roda viva em que nos enredamos e restabelecer nosso vigor.

Vários estudos comprovam os efeitos positivos da meditação (www.felicidadeconsciente.com.br). O famoso psicólogo norte americano, Daniel Goleman, afirma que quanto maior o tempo de meditação, maior o nível de atenção, o que contribui para a redução da ansiedade e do estresse. No Northwestern Memorial Hospital, de Illinois, observou-se que cinco pessoas que sofriam de insônia crônica, depois de meditarem por dois meses passaram a atingir níveis de sono profundo. Pesquisa na Universidade da Califórnia com 20 idosos deprimidos, constatou melhora do humor após um programa de oito semanas de relaxamento e meia hora de meditação por dia. Após um estudo de 9 anos, a Associação Americana do Coração verificou que a prática da meditação reduz em 47% as chances de se ter um ataque cardíaco.

Estudo realizado no Wake Baptist Medical Center, Carolina do Norte, constatou uma queda de 39% no nível de ansiedade em pessoas que meditaram durante 20 minutos diários em um período de 20 dias. Outra pesquisa do mesmo centro médico observou 28 enfermeiras que sofriam de estresse pós-traumático. Metade meditou e realizou alongamentos durante duas semanas, enquanto a outra não. A metade que realizou essas atividades conseguiu reduzir em 67% seus níveis de cortisol, enquanto a outra metade permaneceu sem alteração. De acordo com o psiquiatra Judson Brewer, da Universidade de Yale, meditar aumenta a produção de anticorpos e intensifica a ação da enzima telomerase, que ajuda na cura de tumores malignos. A Associação Americana de Urologia declarou que a meditação ajuda a proteger contra o câncer de próstata.

Está, portanto, amplamente comprovado pela ciência que abrindo espaços diários para meditar e estar a sós com Deus, podemos nos libertar do estresse e dar início a um processo eficaz de cura das nossas feridas.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.