Divinópolis

Duas chapas disputam as eleições para renovação da Diretoria do Sintram

Nos próximos dias 17 e 18 de agosto acontecem as eleições que elegerão o 10º presidente da história do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (Sintram). Transformado em entidade de primeiro grau no sistema sindical da categoria em 7 de novembro de 1988, a diretoria a ser eleita no mês que vem assumirá em 1° de janeiro de 2023, ano que o Sindicato vai comemorar os 35 anos de sua fundação.

A grande novidade na eleição desse ano será a votação online, que permitirá ao servidor maior comodidade para votar. Para exercer o seu direito de voto, o servidor terá que fazer um cadastro por meio do formulário que está disponível desde o dia 1º desse mês.  Para cadastrar clique aqui.

Poderão votar somente os servidores sindicalizados há pelo menos 180 dias antes das eleições e que estiverem em dia com os deveres e em pleno gozo dos direitos sindicais e quites com as contribuições pecuniárias até 90 dias antes da data do pleito, exceto os servidores da educação de Divinópolis. O cadastro poderá ser feito até o dia 12 de agosto e no primeiro dia das eleições o servidor inscrito e apto para votar receberá por e-mail e por SMS o acesso ao ambiente virtual.

10ª DIRETORIA

As eleições de agosto vão indicar a 10ª diretoria do Sintram. O primeiro presidente do Sintram foi o professor João Madeira, no mandato 1988/1990. E a última presidente é Luciana Santos, que está no seu segundo mandato, que termina no próximo dia 31 de dezembro. Luciana Santos está afastada do cargo para cumprir o período de desincompatibilização para disputar cargo eletivo nas eleições que ocorrem no país em outubro.

A coincidência nesta eleições que vai eleger a 10ª diretoria do Sindicato, é que tanto o primeiro presidente, o professor João Madeira, quanto a última presidente, Luciana Santos, foram os únicos que conseguiram se eleger por dois mandatos no Sindicato. Madeira foi o primeiro presidente de 1988 a 1990, porém só conseguiu o segundo mandato de 2012 a 2015, já que anteriormente não havia reeleição. Já Luciana Santos foi a única a cumprir dois mandatos consecutivos, sendo 2016/2018 e 2019/2021.

CHAPAS

A Junta Eleitoral, responsável pela organização das eleições publicou na edição impressa do Jornal O Tempo desta segunda-feira (25), o Edital com as duas chapas oficiais que apresentaram todos os requisitos exigidos para disputar o pleito. A Chapa 1 é encabeçada pela advogada Kely Viviane da Silva, que há mais de 10 anos está nos quadros da Prefeitura como servidora efetiva. A Chapa 2 é encabeçada pelo contador Marco Aurélio Gomes, com 14 anos de serviço público efetivo e mais quatro como contratado.

KELY VIVIANE – CHAPA 1

Paralela à sua atividade na Prefeitura, Kely Viviane foi embaixadora em 2019 e 2020 do Google.org para o programa “Ela Pode”, que teve como objetivo a capacitação de 135 mil mulheres brasileiras. A candidata assume-se feminista e lidera a ong Adivareviu, que tem por objetivo ajudar mulheres em vários aspectos. Kely também ocupa a presidência do Conselho de Moradores do Bairro São José. A candidata é pós graduada em gestão pública municipal e pós-graduanda em sindicalismo. Disputará a segunda eleição pelo Sintram, a primeira como candidata a presidente.

MARCO AURÉLIO – CHAPA 2

Marco Aurélio Gomes, que encabeça a Chapa 2, já passou por vários setores da Prefeitura, começando pela Educação, onde trabalhou em várias escolas. Passou pelo Protocolo e atualmente está lotado no Crevisa. Marco Aurélio é titular do Conselho Administrativo do Diviprev como representante dos servidores, ocupando o cargo pelo segundo mandato consecutivo, estando entre os conselheiros mais votados.  Além disso, Marco Aurélio também ocupa o Conselho Fiscal da Associação dos Deficientes Físicos do Oeste de Minas (Adefom). Vai disputar sua terceira eleição para a Diretoria do Sintram, sendo a primeira como candidato a presidente. Na atual Diretoria, ele foi eleito Diretor de Planejamento, tendo ocupado posteriormente a Diretoria Financeira.

A partir desta segunda-feira (25), data da publicação do edital, fica aberto por três dias úteis o prazo para apresentação de pedido de impugnação de chapas. Qualquer servidor que atender aos requisitos necessários, pode apresentar o pedido de impugnação. O prazo vai até quarta-feira (27).

O atual presidente do  Sintram, Wellington Silva, lembra ao servidor que a eleição é a grande oportunidade para a categoria mostrar a sua voz e tornar o sindicato ainda mais forte. “O servidor que tem uma representatividade sindical forte, tem muito mais chances de conseguir atendimento às suas reivindicações, de manutenção dos seus direitos e a garantia de uma fiscalização intensa dos atos do Executivo. Isso porque o Sindicato trabalha para o servidor e não para o Executivo. Um sindicato fraco na sua representação, fica também fraco nas sua lutas. E a eleição é o momento de demonstrar a força do Sindicato. Quanto maior o número de eleitores, maior será a demonstração de que a classe está unidade em torno dos seus objetivos. Portanto, esperamos que o nosso servidor faça valer o seu direito e venha mostrar a sua voz através do voto ”, pondera o presidente.

Fonte: Agência Brasil

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/CruvAj6b2W7HKINFZ720d9

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.