Minas Gerais

A pedido do MPMG e da PCMG, Justiça de Uberaba determina bloqueio de bens de investigados por desvios no Consórcio Intermunicipal de Saúde

Atendendo a pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e da Polícia Civil, a 1ª Vara Criminal da Comarca de Uberaba, no Triângulo Mineiro, determinou o bloqueio de valores em contas e sequestro de bens de investifados por possíveis desvios do Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisvalegran). Ao todo, mais de RS275 mil foram retidos para eventual reparação dos danos causados ao erário do consórcio ou de municípios integrados. 

As investigações são conduzidas pela 15ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Uberaba e pela PCMG. Já foram realizadas oitivas relacionadas aos fatos, e as provas periciais encontram-se encerradas em quase sua totalidade. Com a medida restritiva determinada pela Justiça, o inquérito policial já entra em fase final de conclusão.  

Segundo o promotor de Justiça José Carlos Fernandes Júnior, nessa investigação, assim como em outras em curso, mais uma vez, reafirma-se a importância e imprescindibilidade da união de esforços entre as instituições. “Isoladamente, produzimos pouco, mas, quando nos unimos, os resultados em prol da sociedade se agigantam”, conclui. 

Histórico 

Em 13 de maio de 2022, foi realizada operação para o cumprimento de mandados de judiciais de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Uberaba, visando a coleta de elementos em prol das investigações.  

Fonte: Ministério Público de Minas Gerais

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Ipn5sNVqaDc7WwATXAwFsF

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.