Minas Gerais

Projetos da Saúde promovem a vacinação em Minas Gerais

No Dia Nacional da Imunização, SES-MG reforça a importância de atualizar o cartão de vacinas

Nesta quinta-feira (9/6), é celebrado o Dia Nacional da Imunização. A data deve ser comemorada diante da importância da vacinação no combate a doenças imunopreveníveis. Vacinas salvam vidas! Em Minas Gerais, são diversas as ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) voltadas para o aumento da cobertura vacinal por meio do incentivo e monitoramento da imunização da população. 

Destaca-se, nesse sentido, o projeto “Estratégias para o Aumento das Coberturas Vacinais em Crianças Menores de 2 Anos no Estado de Minas Gerais”, realizado pela Superintendência de Vigilância Epidemiológica da SES-MG, em parceria com o Núcleo de Pesquisas e Estudos em Vacinação (NUPESV/UFMG) da Universidade Federal de Minas Gerais. 

A partir de uma pesquisa realizada em janeiro de 2022, segundo a qual as Unidades Regionais de Saúde (URS) apresentavam tendência decrescente de cobertura vacinal desde 2015, a SES-MG elaborou estratégias para monitorar e melhorar os indicadores de imunização. O planejamento de ações para fomentar a vacinação foi desenvolvido e, desde março, equipes da SES-MG já realizaram oito oficinas de trabalho em cidades-sedes das regionais de saúde identificadas como prioritárias. Cerca de 500 trabalhadores de saúde dos municípios foram envolvidos no processo. 

Nas oficinas, os gestores municipais iniciaram a construção dos planos de ação locais baseados em indicadores pré-estabelecidos, como: capacitação dos profissionais de vacinação, supervisão nas salas de imunização, estratégias de vacinação extramuro, atualização do cartão de vacina dos faltosos, visita domiciliar para busca ativa e reuniões mensais com a equipe de imunização e atenção primária à saúde. 

Segundo a superintendente de Vigilância Epidemiológica da SES-MG, Eliane Nobre, o programa busca sensibilizar a população sobre a importância da imunização. Para a superintendente, diversas causas levam à queda do número de crianças e adolescentes imunizados, entre elas a necessidade de conscientização dos pais, além de motivos socioeconômicos.  

“Entendemos que a elaboração de um plano de ação direcionado aos diferentes atores nos municípios (trabalhadores de saúde e gestores) pode contribuir para melhorar os indicadores de cobertura vacinal das crianças menores de dois anos, especialmente por aumentar a sensibilidade das equipes das salas de vacina e, consequentemente, ampliar o acesso aos serviços de saúde”, explica Eliane. 

A estratégia da SES-MG de capacitação de profissionais conta também com o apoio do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde Minas Gerais (Cosems-MG). “Nós procuramos, durante a pandemia, capacitar os gestores, o que propiciou ao Estado destaque na cobertura vacinal da covid-19. Agora, no pós-pandemia, temos que levar mais orientação aos profissionais e o entendimento até os usuários de que a vacina salva. A parceria entre SES e Cosems foi um sucesso e com certeza vamos continuar, para que os indicadores de vacina subam novamente. Somente a cobertura vacinal alta propicia a diminuição das internações e, consequentemente, dos óbitos”, ressalta o secretário Municipal de Saúde de Nanuque e vice-presidente estadual do Cosems-MG, Ricardo Viana. 

Outra parceria da SES-MG é com a Escola de Saúde Pública (ESP-MG) para o desenvolvimento de ações de educação permanente para aqueles que atuam diretamente na vacinação em todo o estado. A partir de agosto haverá cursos de qualificação para os trabalhadores das salas de vacina. A previsão é de que aproximadamente 2 mil profissionais sejam selecionados para a capacitação. A seleção dos participantes se dará por meio de critérios específicos e da indicação dos gestores. A metodologia proposta visa orientar os profissionais a detectar os problemas reais e buscar soluções originais e criativas para solucioná-los. 

Gamov 

Criado pela SES-MG em julho de 2021 para desenvolver estratégias de vacinação contra a covid-19, o Grupo de Análise e Monitoramento da Vacinação (Gamov) tem como foco a análise crítica do cenário de saúde, a simplificação dos processos e a priorização dos municípios mais críticos em relação à imunização. O Grupo também é ligado à Superintendência de Vigilância Epidemiológica e promove a discussão integrada entre todos os setores. As orientações são padronizadas e o apoio aos municípios do estado é mais efetivo. 

Com a ampliação da vacinação contra a  covid e a redução do número de óbitos pela doença este ano, o Gamov passou a aplicar a experiência adquirida para reforçar a administração dos demais imunizantes do calendário anual infantil. O grupo está diretamente ligado ao projeto “Estratégias para o Aumento das Coberturas Vacinais em Crianças Menores de 2 Anos no Estado de Minas Gerais”, sendo responsável pelo monitoramento dos planos de ação municipais e dos indicadores da iniciativa. O primeiro monitoramento está agendado para agosto de 2022. 

Proagri Saúde 

A SES-MG também desenvolveu o Projeto de Integração das Ações de Vigilância em Saúde para a Agricultura Familiar (Proagri Saúde). Neste programa, as Superintendências de Vigilância Sanitária e de Vigilância Epidemiológica, as Unidades Regionais de Saúde de Diamantina, Januária, Montes Claros, Pedra Azul, Pirapora e Teófilo Otoni e as vigilâncias em saúde de cada município circunscrito nas seis regionais estão organizando ações para otimizar a detecção e prevenção de doenças. O projeto estende as ações de vigilância em saúde para a agricultura familiar. Além do monitoramento da vacinação, os cuidados com este público envolvem a vigilância sanitária, a saúde do trabalhador e a investigação epidemiológica, entre outros. 

Outra ação da SES-MG durante a pandemia foi a criação do painel Vacinômetro, que realiza o monitoramento da imunização da população mineira contra a covid-19. Por meio do painel é possível verificar a quantidade de doses recebidas pelo Ministério da Saúde, o número de vacinas enviadas aos municípios e o total de doses aplicadas. O painel fornece ainda informações da cobertura vacinal por idade, raça, sexo, macrorregião e município. 

Também vale ressaltar as iniciativas da SES-MG para promover o Calendário Nacional de Vacinações, instituído pelo Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde. Atualmente, estão em curso, até o dia 24/6, as campanhas nacionais de vacinação contra a influenza e o sarampo. As vacinas são gratuitas e estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde em todo o Estado. 

Por fim, a SES-MG destaca a importância de manter o cartão de vacina atualizado, tanto para crianças quanto para adultos, uma vez que a imunização é a maneira mais eficaz de prevenir doenças. 

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/EvnrCTxBrD4BH8r2iZerj1

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.