Divinópolis

1º Encontro de Conselheiros Tutelares é realizado em Divinópolis

A Prefeitura de Divinópolis, através do Conselho Tutelar (CT) local e o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), informa que hoje (10/6), aconteceu o 1º Encontro de Conselheiros Tutelares concedido pelo Fórum Mineiro de Conselheiros Tutelares. O evento ocorreu em parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), no auditório da Faculdade Pitágoras. 

A reunião visou promover uma formação continuada e estabelecer um diálogo com troca de experiências, e sobre as políticas públicas voltadas para o combate da violação e vulnerabilidade social que crianças e adolescentes vivem em Divinópolis e região. Foi reforçada também a ideia de que o conselho não é responsável por atender crianças e sim atuar para que os órgãos corretos realizem o atendimento.

A palestra com o tema “A interface entre o Conselho Tutelar e a Justiça da Infância e da Juventude” foi ministrada e mediada pela desembargadora do TJMG, Valéria Rodrigues Queiróz. A reunião abordou a ligação e o papel social das duas instituições com as crianças e adolescentes. 

A abertura do evento foi realizada pelos alunos da escola “AAVIDA” (Escola Bilíngue Para Surdos de Divinópolis) que apresentaram poemas e um jogral, preparados para esta ocasião. A escola está presente na cidade há 44 anos e estiveram presentes os alunos Gustavo, Kakuan e Rafael e as professoras intérpretes Graciele e Geralda. 

A diretora da escola AAVIDA, Geralda Pinto Ferreira, lembrou a importância desta escola e da inclusão. “A escola é particular de caráter filantrópico que foi fundada e mantida pela loja maçônica Estrela do Oeste de Minas. Muitas pessoas de Divinópolis não sabem que a cidade tem a única escola pra surdos da região. As pessoas acreditam também que escola pra surdos é desnecessária. A inclusão tem que ser feita,” relatou.

O presidente do Fórum Mineiro dos Conselheiros Tutelares, Guilherme Cruz, falou sobre a satisfação de estar presente no seminário. “Está aqui hoje pra esse evento que é de suma importância e poder trabalhar para garantir os direitos da criança e do adolescente é maravilhoso,” expressou.

O assessor do juiz da Vara Da Infância e Juventude, Otávio Augusto Cardoso, falou do prazer de Divinópolis poder sediar a reunião. “Foi um imenso prazer receber esse evento aqui em Divinópolis, que é muito importante pra que todas as pessoas, toda a lei, os conselheiros tutelares que estão aí na linha de frente. Que nós possamos aprimorar e compartilhar conhecimentos uns com os outros,” contou.

A representante do Conselho Tutelar De Divinópolis, Kariny Alessandra Rocha, falou da importância da capacitação dos profissionais. “Foi um dia de muito conhecimento e debates. Sei o quanto é suado e complicado dos conselheiros e, por isso, uma capacitação como esta é tão importante para que possamos conhecer em detalhes todas as nossas novas atribuições,” relatou.

O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Divinópolis, Maicom Marque De Paula, destacou a garantia de direitos das crianças e adolescentes. “É uma grande oportunidade para Divinópolis sediar este momento de capacitação para os conselheiros da região. É impossível que a gente faça um sistema de garantias de direitos se nós não tivermos todas essas pessoas capacitadas no trabalho. Queremos fazer com que a criança e o adolescente de fato, tenham os seus direitos garantidos e seja prioridade absoluta para além daquilo que está no papel”, destacou. 

O coordenador do Forum Mineiro De Conselheiros Tutelares, Leonardo de Castro, falou sobre como Divinópolis está na frente das outras cidades. “Temos visto realidades muito diferentes daqui de Divinópolis. A realidade que temos visto em Minas Gerais é de cidades sem preparo, sem locais adequados para os conselheiros estarem trabalhando. Parabéns pelo trabalho desenvolvido aqui em Divinópolis,” congratulou.

O assessor especial de Governo, Fernando Henrique, valorizou o trabalho dos profissionais. “Ficamos muito felizes por ver esse tipo de capacitação. Nós temos vários grupos protegidos e vários direitos garantidos, mas a única prioridade absoluta na nossa constituição é com a criança e ao adolescente. O trabalho dos conselheiros é essencial para que eles sejam tratados como prioridade, é o que faz valer esse direito. Meu agradecimento pelo trabalho de todos,” expressou. 

A representante do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e desembargadora, Valeria Rodrigues, falou da importância da união dos poderes para realizar um ótimo trabalho. “Antigamente o Poder Judiciário e Conselho Tutelar eram muitos distantes, mas temos que trabalhar juntos. Hoje, temos um termo muito bonito que é a ‘Governança em Rede’, e ninguém pode governar se não tiver em rede,” ressaltou.

A vice-prefeita e secretaria do Governo, Janete Aparecida, falou sobre a importância do Conselho Tutelar para proteger as crianças. “O município tem que ter obrigação de cuidar das suas crianças e adolescentes. O Conselho Tutelar, muitas vezes, é criticado, não é entendido. Vocês são maus vistos pela população, mas o conselho protege a criança e é isso que nós temos que fazer. Quando a criança tem o seu direito de violado é aí que o Conselho Tutelar entra”, lembrou. 

Além dos que se pronunciaram, estiveram presentes representantes do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, do Conselho Tutelar, da Defensoria Pública, do Poder Executivo e Legislativo, do Corpo de Bombeiros, e de setores de educação e saúde.

Fonte: Prefeitura de Divinópolis

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.