Política

Presidente do TSE reforça compromisso da Justiça Eleitoral com a paz e segurança nas eleições

Ministro Edson Fachin se reuniu com os presidentes dos 27 TREs nesta segunda-feira.

Nesta segunda-feira (6), o desembargador Marcos Lincoln dos Santos, presidente do TRE-MG, participou de encontro convocado pelo presidente do TSE, ministro Edson Fachin, com os comandantes dos 27 Regionais Eleitorais. Durante a reunião, o ministro Fachin reafirmou o compromisso da Justiça Eleitoral na realização das Eleições 2022 em paz e com segurança.

A importância do combate às notícias falsas disseminadas com o intuito de atacar a credibilidade das eleições brasileiras também foi tema do encontro. Logo na abertura, Fachin agradeceu o trabalho de todos e destacou a importância do diálogo: “Esse intercâmbio de informações e a atuação coordenada de todos os tribunais eleitorais do país são fundamentais para a condução eficaz do processo eleitoral e, igualmente, para a defesa das nossas instituições democráticas, nesse período turbulento de nossa história”, disse.

Segundo ele, para um país com dimensões continentais, em que cada região guarda suas especificidades, a organização das eleições é um desafio em si mesmo. “Mas, estamos seguros de que a Justiça Eleitoral brasileira está preparada para garantir a paz e para assegurar o resultado vindo das urnas, respeitando-se a soberania popular”, afirmou.

O ministro enfatizou que a Justiça Eleitoral, guardiã da democracia, proporcionará às cidadãs e aos cidadãos brasileiros eleições íntegras e justas, com paz e segurança. “Este é o lema de nossa gestão, que vem pregando a tolerância, o respeito à diferença. Estamos combatendo o bom combate e preservando a fé. Almejamos que a única arma a servir de instrumento para o bem do Brasil seja, portanto, o voto e o respeito pacífico à voz das urnas”, destacou.

O desembargador Marcos Lincoln, presidente do TRE-MG, reforçou que “Sabemos que o momento é desafiador e histórico, que as dificuldades e os desafios são enormes, porém, com trabalho árduo e responsável, serão superados”.

Acordo com lideranças religiosas

Ainda nesta segunda-feira, também em Brasília, o desembargador Marcos Lincoln acompanhou a assinatura de acordos entre o TSE e diversas lideranças religiosas. Os termos de cooperação, que não têm vigência pré-determinada, preveem que as lideranças religiosas se comprometam a promover ações de conscientização sobre a tolerância política, a legitimação do pensamento divergente e exclusão da violência durante as pregações, sermões e homilias, ou ainda em declarações públicas ou publicações que venham a fazer.

A iniciativa do TSE foi pensada a partir da necessidade de se estabelecer um diálogo saudável com as mais diversas instituições públicas e privadas do país e o livre trânsito de ideias e propostas dentro do processo eleitoral de 2022.

Fonte: Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.