Política

Servidores da Secretaria de Educação são ouvidos pela CPI que investiga superfaturamento de preços em compras de mobiliário e material didático em Divinópolis

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada pela Câmara Municipal de Divinópolis para investigar denúncias de superfaturamento de preços na aquisição de material didático para as escolas da rede municipal ensino, voltou a se reunir nesta terça-feira (7), para ouvir servidores ocupantes de cargos de confiança da Secretara Municipal de Educação.

Antes de iniciar os interrogatórios, o vereador Ademir Silva (MDB), autor do pedido de investigação, apresentou o grande volume de documentos já produzidos pela CPI. Logo a seguir, o vereador afirmou que cada vez ficam mais claros os indícios de superfaturamento de preços, pois à medida que a CPI tem acesso a documentos, é possível observar que os preços pagos pela Secretaria estão muito acima dos valores de mercado.

PLAYBALL

No primeiro interrogatório de hoje a CPI ouviu a servidora Ana Paula Cândida, que ocupa o cargo de gerente de políticas educacionais da Secretaria de Educação. Em seu depoimento, ela admitiu ser a responsável pela relação dos produtos a serem comprados, porém a decisão final sempre era da secretária de educação.

O que mais chamou a atenção em seu depoimento foi a aquisição do brinquedo Play Ball, que a Secretaria adquiriu 129 unidades, a R$ 9.990,00 o valor unitário, totalizando R$ 1.288.710,00. Ana Paula admitiu ter sido ela a responsável pela escolha do brinquedo e disse que a escolha se deu em razão dos benefícios pedagógicos que seriam oferecidos aos alunos. Ela admitiu que não houve consultas a diretores das escolas para adquirir os brinquedos.

A CPI também ouviu a servidora Daniela Maria de Almeida, gerente de Análise de Custos e Controle Orçamentário, da Secretaria Municipal de Educação, que não acrescentou nenhuma informação de relevância. Ela confirmou ser a responsável pela cotação de preços dos produtos a serem adquiridos, porém assegurou não ser de sua responsabilidade definir a relação de itens a serem comprados.

Amanhã será interrogada a vice-prefeita e secretária de Governo, Janete Aparecida, apontada como responsável por autorizar as compras.

Fonte: Sinstram Centro Oeste/MG

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.