Polícia

Cemig e Polícia Militar realizam operação de combate ao furto de energia em Nova Serrana

Somente neste ano, a companhia já fez cerca de nove mil inspeções na Região Oeste de Minas Gerais .

A Cemig e a Polícia Militar realizaram, na última semana, uma operação para retirar ligações clandestinas e irregularidades em medidores de energia em diversas regiões do município de Nova Serrana.  Durante a ação, foram encontradas 340 situações irregulares, entre medidores com suspeita de fraude e conexões de cabos clandestinos na rede elétrica.

As irregularidades detectadas pelos técnicos da companhia foram fotografadas, registradas e retiradas e, nos casos de intervenção no interior dos medidores, os equipamentos foram lacrados e enviados para laboratório, onde passarão por avaliação técnica conforme determina a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

Caso haja a comprovação das irregularidades, os responsáveis deverão ressarcir a companhia o montante de energia consumida que não havia sido devidamente faturada, além de poder arcar com um custo administrativo que pode chegar a quase R$4.400.

De acordo com o Gerente de Medição e Perdas da Cemig, Luiz Renato Fraga Rios, o furto de energia pode gerar consequências não só financeiras, mas também criminais para quem faz esse tipo de ligação irregular. “Essa prática é um crime previsto no Código Penal no artigo 155, que estipula multa e pena de até 8 anos de reclusão. Além desse artigo (155), alguns juízes enquadram esse crime no artigo 171, que trata do estelionato”, afirma. 

“Os principais objetivos das operações com apoio da polícia são minimizar o prejuízo repartido entre consumidores regulares e a Cemig, e conscientizar a população em sobre o furto de energia e seus impactos para toda sociedade”, explica Luiz. 

Operações em todo o estado e na Região

Em 2021, a Cemig realizou cerca de 510 mil visitas a unidades consumidoras de todo o estado, com foco em regularizar e garantir a conformidade da medição. Somente no ano passado, a região Oeste de Minas Gerais, foram realizados cerca de 34 mil serviços e em Nova Serrana, aproximadamente, 3.300 serviços. 

Entre janeiro e março de 2022, a Cemig já realizou cerca de 100 mil visitas, com foco em regularizar e garantir a conformidade da medição em todo estado, sendo que na região Oeste foram quase nove mil serviços e em Nova Serrana, cerca de 1.400 serviços.

Tecnologia contra o furto de energia

Para identificar as unidades com suspeita de perdas de faturamento, a Cemig possui um Centro de Seleção de Inspeções (CSI), onde equipes especializadas realizam o monitoramento do consumo dos quase nove milhões de consumidores em todo o estado.

Desde 2021, a Cemig tem utilizado um sistema computacional que, aliado à atuação das equipes administrativas e de campo, tem proporcionado o aumento do Índice de acerto de inspeções, o qual saltou de 27% em 2020 para 50% em março de 2022.

Por meio do CSI é possível identificar, em tempo real, qualquer anomalia no padrão de consumo de energia dos grandes clientes, que representam cerca de 60% do faturamento da Cemig, e enviar equipes de campo para identificar, registrar e retirar as irregularidades.

Em 2022, são previstas visitas a 1,4 milhão de unidades consumidoras, com o objetivo de inspecionar, modernizar a medição ou retirar ligações irregulares.

Além das ações de fiscalização e monitoramento, os clientes podem fazer denúncias de fraudes pelos canais de atendimento: o 116 ou no site da companhia.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.