Polícia

Pai e filhos são presos pela Polícia Civil por estelionato

Em Araxá, no Alto Paranaíba, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou operação após denúncia sobre uma possível associação criminosa, composta por integrantes de uma família, suspeita de utilizar documentos falsos na compra de mercadorias. Três homens, de 24, 34 e 51 anos, foram presos por estelionato e associação criminosa, e um quarto, de 63, pelo crime de receptação.

A vítima, uma empresa sediada em Araxá, informou ter vendido para os suspeitos 29 jogos de mesas e cadeiras, mediante a apresentação de documentação falsa, em nome de uma outra empresa da cidade, ao valor aproximado de R$ 21 mil.

Os investigados tentaram realizar nova compra, mas a vítima foi informada pelo fretista que havia descarregado as mercadorias em um posto de combustíveis na cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, o que levantou suspeita.

Assim, os policiais civis da Delegacia de Fraudes em Araxá foram acionados e se deslocaram até a empresa vítima. Eles acompanharam o fretista, que entregaria a mercadoria em Uberlândia, e identificou os suspeitos pelo golpe, sendo eles o pai e os dois filhos.

Na casa dos investigados foram localizadas diversas cadeiras e mesas produtos do crime, além de cédulas de identidade e documentação falsa, utilizadas em crimes. Posteriormente, outros itens, pertencentes à empresa vítima, foram recuperados em um bar de Uberlândia, ocasião em que o homem de 63 anos foi preso em flagrante por receptação. Ele alegou ter comprado os objetos por R$ 5 mil.

Os suspeitos foram conduzidos até a Delegacia em Araxá, onde foram formalizados os procedimentos policiais. As cadeiras e mesas foram restituídas à vítima, e todos os investigados encaminhados ao sistema prisional.

Fonte: Polícia Civil de Minas Gerais

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.