Divinópolis

8 ERROS BÁSICOS QUE VOCÊ DEVE EVITAR NA FACHADA DA SUA LOJA

Uma fachada criativa, convidativa e que se destaca no meio das outras pode atrair as pessoas e fazê-las entrar em seu estabelecimento.

A fachada de loja é essencial para atrair consumidores e fazê-los entrar no seu estabelecimento. Ela é o cartão de visitas da loja, capaz de atrair ou afastar os clientes.

Não basta apenas pintar a fachada nas cores da loja, é importante fazer algo mais criativo e que chame a atenção das pessoas que estão passando em frente, despertando um sentimento positivo nelas.

Outro ponto importante é pensar no que você deseja transmitir aos seus clientes. Afinal, a fachada é o primeiro contato do consumidor com a sua marca e a forma como você se mostra a ele faz toda a diferença nessa relação. Aliás, ela precisa deixar claro qual é o segmento da sua loja. 

Quer criar uma fachada criativa, convidativa e que se destaca no meio das outras? Listamos 8 erros que você deve evitar na fachada da sua loja:

1. Poluição visual – muita informação com cartazes, objetos e adereços

Criar uma fachada bacana não é o mesmo que enchê-la de cartazes, objetos e adereços. Isso só vai confundir as pessoas que estão passando em frente a sua loja e causar a sensação de desorganização. 

Uma fachada pode sim incluir um cartaz, letreiros e itens de decoração, desde que eles possam ser distinguidos um dos outros e estejam em locais estratégicos. Além do mais, é importante observar a composição de cores da sua fachada, ela precisa ser harmônica para não causar uma confusão em quem a vê.

Ao pensar na fachada da sua loja considere que “menos é mais”. Dê preferência a um design que seja convidativo e harmônico. 

2. Usar cores diferentes da sua marca

Ao colorir a fachada e usar cores diferentes da sua marca, pode causar confusão no consumidor na identificação da sua loja. Por isso, procure utilizar as cores do logotipo. Isso proporciona mais identificação do público e deixa o estabelecimento conectado com a marca. Porém, se sua marca for muito colorida, analise se precisará colocar todas as cores na fachada ou se é melhor escolher apenas uma. Lembre-se, menos é mais!

Além das cores, procure brincar com a característica do imóvel. Nem sempre ele precisará de uma profunda reforma para conseguir uma bela fachada. Por exemplo, se a sua loja está em uma construção antiga, aproveite para restaurá-la e inserir elementos modernos na fachada. 

3. Contratar qualquer pessoa para projetar a fachada

“Meu sobrinho tem ótimas ideias para isso”. Fuja dessa afirmação! A não ser que seu sobrinho seja um profissional especializado.

Procure por um arquiteto ou um design especializado em layout de comércios e que tenha experiência em fachadas para que ele possa entender o conceito do seu negócio e desenvolver a frente da sua loja.

O profissional especializado estudou e tem experiência, por isso ele consegue propor ideias que vão estar de acordo com a marca e que também farão a loja se destacar entre as demais que estão em torno. 

4. Copiar a fachada da loja vizinha

Se você quer se destacar é preciso abusar da criatividade e entender o seu negócio. Você pode se inspirar em outras fachadas, mas nunca fazer igual.

Ser criativo na hora de fazer a fachada é uma ótima escolha para se destacar entre os demais estabelecimentos da região. Por isso, busque por referências, pense fora da caixa e faça alguns testes no papel. 

Mas, lembre-se, criatividade é diferente de colocar um monte de cor e objetos na fachada com diversas referências sendo que elas não conversam entre si. Ser criativo pode ser utilizar apenas uma cor e com ela fazer um desenho geométrico que chame a atenção, por exemplo.

5. Olhar a fachada como proprietário e não como consumidor

Talvez o que você goste não atrai o seu cliente. Você já experimentou caminhar em frente ou próximo à sua loja para analisar como seu estabelecimento é visto pelas pessoas? Ou melhor, já perguntou para os seus clientes o que chama mais atenção na hora de entrar na loja?

Investigue como as pessoas olham para a fachada da sua loja, se elas se sentem bem com o que veem ou se há algo que as incomoda. Ouvir a opinião dos clientes é essencial para planejar uma fachada que impactará de forma positiva e atrairá mais pessoas para conhecer o seu negócio.

6. Não ter conhecimentos dos limites impostos pela legislação local

Fazer uma fachada sem saber o que pode e o que não pode é um erro gravíssimo e pode gerar prejuízos ao empreendimento.

Muitas cidades brasileiras têm suas próprias normas do que é permitido ou não ser colocado na frente das lojas. Elas podem proibir letreiro, placas e outros objetos que possam causar poluição visual ou sonora.

Por isso, antes de fazer qualquer mudança efetiva na fachada da loja, verifique junto à prefeitura se há alguma norma a ser seguida. Se houver, atenda à norma, pois, caso contrário, o seu negócio correrá o risco de receber multa e ter que remover os objetos da frente da loja.

7. Som alto na porta da loja e manequins na calçada

Além infringir a legislação municipal, o som alto não atrai clientes, pode até chamar a atenção, mas de forma negativa, pois incomoda a vizinhança e as pessoas que transitam na calçada da sua loja. Pode ainda, gerar multa ou cassação do alvará de funcionamento do seu estabelecimento comercial. Confira matéria mais detalhada sobre esse assunto: Excesso de som em estabelecimentos comerciais pode gerar prejuízos aos comerciantes

O mesmo se emprega para os manequins ou qualquer mobiliário exposto na calçada. Tenha bom senso, certifique-se de que não está atrapalhando a locomoção dos pedestres, pense nos cadeirantes, pessoas com deficiência visual ou mesmo uma mãe com carrinho de bebê. Na dúvida verifique o que está previsto na lei de uso e ocupação do solo do município.

8. Desconsiderar as tendências

Projetar a fachada sem entender o que é tendência, pode deixar sua loja desatualizada e desinteressante. Seguir as tendências é uma boa opção para deixar a sua loja mais moderna e atual. Hoje, está em voga um estilo mais minimalista, no qual menos é mais. 

É comum usar cores menos intensas, com poucos objetos decorativos, e somente algumas peças na vitrine, afinal, não é preciso expor todos os produtos da loja. Esse é um dos modelos, mas não é uma regra. 

O ideal, é pesquisar por referências atuais e ver o que mais combina com o conceito da sua loja e o seu público. Assim, você tem uma base do que é considerado um layout bacana e do que já está ultrapassado. 

Neste conteúdo, você aprendeu que a fachada de loja é essencial para que seu negócio atraia os clientes que estão passando pela frente do comércio, despertando nessas pessoas a vontade de conhecer seu estabelecimento e o desejo de consumir seus produtos, aumentando sua lucratividade. 

Além de criar a fachada, também é importante fazer a manutenção. Pois a ação do sol e da chuva desbotam a cor, sujam e até estragam a construção que está exposta. E nada pior do que deixar a fachada sem manutenção, pois isso passa a impressão de descaso ou de que o que você vende não tem qualidade.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.